Gabriela Leão // OFICIAL: Um texto de minha autoria

4 de mar de 2012

Um texto de minha autoria

Criei esse texto a muuuito tempo, e sabem mais ou menos quando? A uns 4 ou 5 anos, quando conheci meu primeiro amor, escrevi pois havia me decepcionado muito, e aí está:


Você sequer sabe o que significa a palavra amor?
  


Não é bom dia, ou então adeus, ou então quero te pegar. Então porque você a usa com a frequencia de um olá? Você faz juras de amor a cada mulher que passa por você, as ilude, e não pensa nem sequer no que essas palavras lhe causam. O efeito da palavra AMOR no coração de uma mulher é como um choque, vocês estão numa discussão, ela te xinga de coisas que nem sabe o que significa e você a faz calar com um "eu te amo", a beija e finalmente descobre que aí está a chave pra tudo. Mas as coisas não são assim, sabe porque?
Porque amanhã você vai se apaixonar, por uma mulher que faz exatamente o que você fazia, ela vai passar e dizer "eu te amo", você vai guardar sua voz, seu cheiro, e cada entonação de voz que ela usou para dizer isso, vai perder o sono por causa dela, vai - quando finalmente dormir - sonhar com o momento de vocês dois, vai chorar por não estar com ela. Você vão estar numa festa e o que acontece? Você a ve com seu amigo, ou conhecido, você se desilude de tudo, não acredita mais no amor. Sente algo terrível dentro do seu peito, e ao mesmo tempo não consegue sentir nada. Vai para casa e chora a noite toda, perde a fome e vontade de sorrir, porque ela era sua força, seu motivo. 
Aí chega o dia que você se cruzam novamente, você a para e pergunta "porque disse que me amava, me iludiu e naquele dia estava com meu amigo?" e sabe o que ela te responde? "Aprendi com o mestre", te dá um beijo na testa e um tapinha na cebaça de dó, e você a vê lhe dando as costas, linda, exuberante, como se tivesse ganhado um troféu. 
Você se dá conta de quantos corações partiu, quantas mágoas criou, e não pode voltar atrás para corrigir este erro, mas você se sente tão culpado por ter sido tão burro com elas, e sempre terá essa mágoa com você de a sua experiência com o seu primeiro amor. E tudo não foi diferente por sua culpa, ela podia ser sua, se você não tivesse estragado tudo. Ela podia te pertencer, mas você quis ser o "garanhão, pegador" e aí está o resultado de suas atitudes. Parabéns, você está só, na estrada, no meio da chuva, sem os seus parceiros, porque eles já acharam em quem esvaziar o saco, sem amigos porque quando eles se preocupavam com você, você os agredia verbalmente para se engrandecer com os parceiros. E agora o principal: está sem a sua garota, ela que você tanto queria, será de outro, que a amará como você jamais poderia imaginar...

8 comentários:

  1. Nossa, que texto profundo. Sinceramente, eu amei.

    Beijos, Paloma Morais.
    momamoraes.blogspot.com/ dreaams.tk -novo lay.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Gabriela!!! Mas que Blog lindo e organizado! Parabénas, querida!!! pode mandar email para luza_mai@hotmail.com também, ok? Beijão!!!

    Eis o link que me pediste:

    http://turmaa3charqueadas.blogspot.com/search?updated-min=2011-03-01T00:00:00-08:00&updated-max=2011-04-01T00:00:00-07:00&max-results=11

    Luza Mai

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, sora!

      Pode deixar, beijo!!

      Excluir
  3. profundo mesmo! haruihasiurha gostei,gostei (:

    makingstyle.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico contente que tenha gostado!

      Beijos!!

      Excluir
  4. Muiito profundo! Muita verdade
    Amr meu antigo blog foi hackado e perdi 90 seguidores me ajuda a reconquistar tudo de novo? Beijos
    http://worldlivegirls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada minha flor.
      Pode deixar, te ajudo sim!!

      Beijão

      Excluir